jusbrasil.com.br
2 de Março de 2021

STJ estabelece que empresa vendedora culpada pela rescisão do contrato deve devolver a comissão de corretagem

Rafael Rocha Filho, Advogado
Publicado por Rafael Rocha Filho
mês passado

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que, em caso de rescisão de contrato de compra e venda de imóvel, por culpa da empresa vendedora, esta deverá devolver os valores pagos pelo comprador, acrescidos da comissão de corretagem.

A decisão foi proferida no julgamento do REsp nº 1820330 / SP, realizado em 01.12.2020.

A Ministra Nancy Andrighi, relatora do processo, afirmou que a Corte tem o entendimento de que a despesa relativa à comissão de corretagem é uma das despesas administrativas da vendedora, assim como as havidas com a divulgação e comercialização do empreendimento, pagamento de tributos e taxas incidentes sobre o imóvel e a eventual utilização do bem pelo comprador.

Dessa maneira, em caso de rescisão contratual por culpa da vendedora, cabe a esta o dever de restituir o valor pago a título de corretagem ao comprador, veja um trecho da decisão:

(...) é inegável que, nos termos da jurisprudência desta Corte, a quantia paga a esse título (comissão de corretagem) é uma despesa administrativa da vendedora, o que se infere do entendimento de que deve ser restituída na hipótese de extinção do vínculo contratual por culpa da vendedora.

Mesmo considerando a tese repetitiva (Tema 938/STJ, REsp 1.599.511/SP) que permite a cláusula contratual que transfere ao comprador a obrigação de pagar a comissão de corretagem, referido pagamento é despesa administrativa da vendedora, que deve ser devolvido integralmente na hipótese de desfazimento do contrato por culpa da vendedora.

Se puder, me segue aqui no Jus pra acompanhar meus próximos artigos e recomende a leitura clicando no 👍🏻 lá em cima.

Gostou dessa notícia? Se você quiser, compartilha comigo nos comentários o que você achou dessa decisão que estabelece a devolução da comissão de corretagem em caso em que a empresa é a culpada pela rescisão do contrato.

Rafael Rocha Filho é advogado, especialista em Imóveis, Contratos e Dívidas, com atuação em demandas de pessoas e empresas em Empréstimos Bancários, Financiamentos Imobiliários, Processos de Execução, Execução Fiscal, Revisionais de Contratos, Ações de Indenização, Busca e Apreensão de Veículos e Leilões de Imóveis.

Site: www.rochadvogados.com.br

Instagram Linkedin Facebook

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)